Passivo, Assertivo ou Agressivo?


Por Carla Giglio



Você já parou pra pensar se é socialmente habilidoso? E você já ouviu falar em “Habilidade Social”?


Habilidade Social (HS) diz respeito a nossa capacidade de desempenho social bem-sucedido que reflete diretamente em interações sociais eficazes e com qualidade. Há um grupo de comportamentos sociais quando a gente pensa em HS, e quando bem desenvolvidos, podemos nos considerar pessoas socialmente habilidosas. 
Então quer dizer que, se você tem certa dificuldade de interagir, veja que coisa boa, vale o treino! Pois como toda habilidade, pode ser treinada e elaborada. Algumas das habilidades sociais mais trabalhadas em consultório são: iniciar, manter e encerrar conversas; falar em público; expressar afeto; pedir favor; ser empático; dizer não; fazer e receber críticas/elogios; pedir desculpas; etc.

Aproveita pra treinar e tenta identificar as habilidades abaixo!






Como são muitas as habilidades, vou escolher uma pra falar sobre. Vou optar por uma das que mais gosto de trabalhar e de praticar também: Assertividade! E aí? Imagina o que seja?

Infelizmente ainda fala-se muito pouco sobre essas tais habilidades, e as pessoas também sabem muito pouco sobre isso. Gosto da Assertividade por que ela trata do meu direito...o de ir e vir, de defender meus próprios direitos e de expressar meus pensamentos e sentimentos de forma honesta, direta e apropriada, sem violar os direitos da outra pessoa. Bom saber que você tem direitos, não é mesmo!? Melhor ainda é saber que existe uma parte dos Direitos Humanos, os chamados Direitos Interpessoais que deixa tudo isso às claras. Dá uma olhada em alguns desses direitos (mas não esquece que se você tem o direito, também tem o dever):

1.        O direito de ser tratado com respeito e dignidade.
2.        O direito de recusar pedidos (abusivos ou não) quando achar conveniente.
3.        O direito de mudar de opinião.
4.        O direito de pedir informações.
5.        O direito de ter opiniões e expressá-las.
6.        O direito de fazer qualquer coisa desde que não viole os direitos de alguma outra pessoa.


Mas a assertividade não está sozinha...mas pera lá, se eu não sou assertivo, então o que sou? Pode-se ser Passivo ou Agressivo. O primeiro diz respeito àquela pessoa que tem dificuldade de se colocar, de se expressar e acaba optando pela omissão,e geralmente por medo de que o outro não aprove a atitude dela, se afaste ou critique, por exemplo; enquanto que o segundo apela pro tom mais alto de voz e acaba tornando as coisas maiores do que realmente são ou precisam ser, por preocupações de ser feito de bobo ou passado pra trás. Sendo assim, se você tivesse que escolher, o que preferiria?

(  ) Passivo                      (  ) Assertivo                  (  ) Agressivo






Então uma coisa que você precisa saber sobre a Assertividade, de modo geral, é que é a forma mais adequada de se expressar, o que não significa dizer que é a correta e única maneira de se chegar lá. Diante de uma questão ou um problema é sempre muito importante que seja feita a seguinte pergunta...

O que eu quero dessa situação? Qual o meu objetivo?

Aí sim, nesse momento você pode escolher entre uma das maneiras de atuar, se passivo, assertivo ou agressivo. Vamos combinar que, em um assalto não seria nada inteligente ser assertivo, tão pouco agressivo com o sujeito que está armado na sua frente, melhor mesmo é entregar tudo o que ele pedir.

No final das contas, aquele que consegue se expressar de forma mais adequada, sente-se confiante no meio em que ele está, tem sua auto-estima preservada e satisfatória, não é mal compreendido pelos demais, sabe lidar com as expectativas depositadas no outro, sente-se mais feliz. E isso não é bom??

Alguns dos comportamentos que compõe a Assertividade são: fazer pedidos; pedir mudança de comportamento; recusar pedidos; dizer não; expressar afeto; expressar desagrado; fazer e receber críticas.

Agora que você já sabe que é tudo questão de treino, podemos começar. Ainda que falar sobre aquilo que você pensa ou sente seja difícil, é melhor do que guardar pra si e depositar ou esperar tanto do outro, até mesmo porque que culpa tem o outro dos seus anseios?













Postagens mais visitadas deste blog

Essa tal felicidade...

O que você faz quando ninguém está olhando?